sexta-feira, 9 de maio de 2008

Review: Cowboy Bebop!

Cowboy Bebop é uma série anime de 26 episódios, foi ao ar pela primeira vez em 1998 pela TV Tokyo.

Cowboy Bebop

Na trama, estamos em 2071, uma época onde a tecnologia já está altamente avançada. O espaço foi colonizado, e a humanidade já se espalhou por ele, devido a um aumento substancial da população na Terra. Esse deslocamento pelo espaço foi facilitado pelo "GATES", que são vias expressas que interligam as colônias pelo Sistema Solar. Que louco né!

E isso é só o começo…
O eixo da história são os caçadores de recompensa. Assim como a população aumentou enlouquecidamente, com isso também aumentou o número de criminosos, muito além do que a polícia era capaz de controlar, e com todo o espaço para fugir e se esconder uma medida mais severa tinha que ser criada. E assim foi criada a Lei Cowboy, onde os caçadores de recompensa poderiam prender criminosos.

E com essa premissa de forte ação que o anime envolve o espectador numa louca sequência de ações sem limite, caçadas cheias de adrenalina, brigas mano a mano, tiroteios, comédia, sedução e muita violência. Não preciso nem ressaltar, que a temática é totalmente adulta.

Com certeza a maioria dos otakus está acostumado com histórias onde seus personagens tem poderes especiais e lutam por algo nobre como a paz e a justiça, mas em Cowboy Bebop é exatamente o contrário, ninguém tem poderes especiais, um chute, um soco, pode facilmente deixar qualquer um no chão. O objetivo aqui não é a paz mundial, ou "sideral". Pois os personagens principais são caçadores de recompensa e vivem à margem da sociedade, o propósito é ganhar uma grana alta caçando os caras, e pra isso eles contam com um divertido programa de TV - o "Big Shot" - um informativo sobre as mais rentáveis "presas" do momento.

Algo que enriquece muito os principais personagem, é que eles não estão só em busca só do dinheiro, todos tem assuntos mal resolvidos e precisam acertas suas contas com o passado. Tudo isso vai moldando as personalidades,tornando-os mais humanos, com suas qualidades e seus vários defeitos. E esses personagens sem dúvida são o tempero ideal para montar todo o contexto cheio de influências que é CowBe.

Wallpapers
cowboy_bebop (2) cowboy_bebop (3)cowboy_bebop

E por falar em influências, ou referências, o anime está repleto de ambos. A grande maioria sim, da cultura americana, mas nada forçado ou que tire o brilho da série, muito pelo contrário, só ajuda a torná-lo um clássico. Referências para filmes do velho-oeste, o jazz da década de 40, filmes de Bruce Lee e artes marciais. Bruce Lee e seus filmes são reverenciados em diversas passagens e já nos primeiros episódios. Um olho mais clínico vai encontrar muitas outras referências, com por exemplo, o estilo noir. Influência de HQs como V de Vingança. Outras homenagens cinematográficas aparecem para: 2001 - Uma Odisséia no Espaço, Alien, Star Trek, O Corvo, Shaft (detalhe, em determinado episódio um homem diz ser o irmão mais novo dos irmãos Shaft).

Além do visual que é sensacional, outro ponto fortíssimo é a trilha sonora. O jazz dispensa comentários, está presente em toda a série, simplesmente demais. Mas não vem só, tem heavy-metal, blues, funk(antigo, lembra do James Brown, pois é isso). E até música brasileira é reverenciada por Watanabe, que tudo indica era uma apreciadora da nossa música popular. No filme e na série, aparecem três simpáticos velhinhos com os nomes de Antônio, Carlos e Jobim. Para os mais ojvenzihos, Tom Jobim é um grande nome da Bossa Nova(que pode ser considerada como o jazz brasileiro).

Cowboy Bebop é impressionante, para fãs da boa música, para fãs de animes, para fãs do cinema. Tudo está presente numa envolvente e inconsequente trama de ação, aventura, comédia e sedução.

Saca só a abertura, lembra muito vários takes de filmes antigos (hollywoodianos), além da trilha que é um clássico.


Reviewer: Olli Joe

Um comentário:

miller disse...

recomendo a todos
eh supremo esse anime